sábado, 1 de dezembro de 2007

Daniel 17 anos- Vendedor de Imagens.


Ontem pela manha passeando com o meu cachorrinho Jack, observei um rapazinho dormindo em baixo do bloco em que moro, e muito comum menores de rua escolher o bloco pra dormi porque alem deles vigiarem carros a noite toda O bloco fica numa praça onde tem vários comércios.
No dia seguinte, eu e meu cachorrinho Jack, ao sairmos encontramos ele novamente dormindo no mesmo lugar. demos nossa volta pelo quarteirão e fiquei pensando no pequeno adolescente dormindo com seu sono profundo nas manhas frias de Taguatinga. No passeio com Jack, fiquei pensando na boa quantidade de livro que tenho estocado em casa, O Livro "Taguatinga Duas Décadas de Cultura" e "Brasília 25 anos de e Fotojornalismo" pensei nos preços do livro e cheguei numa boa conclusão , se as livrarias vendem os livros em consignação levando a metade da venda porque eu não daria 60 por cento ao pequeno meninos de rua que estava dormindo em baixo do bloco? e ainda venderia o livro mais barato que nas livraria, era só acordar o menor e lhe fazer a proposta.
O nome do meu amigo e Daniel, tem 17 anos é e pernambucano veio com a mâe pra Brasília com 15 anos. falei sobre minha proposta dos livros ele aceitou meus argumentos. Ele ira vender os livros com um preço diferenciado das livrarias, um ex: o livro "Brasília 25 Anos de Fotojornalismo" esta sendo vendido a cem lascas nas livrarias, ele vendera a 70 lascas e ficara com 40 lascas. Como a historia não vai acabar por aqui...vamos nos encontrar com o "vendedor de imagens" nos bares ou debaixo de blocos ,desta taguatinga que ainda pulsa muitas verves culturais...

2 comentários:

Simone Thiesen disse...

Bom dia,
olha eu aqui novamente... a mãe do Augusto rsrs
Adorei a história do Daniel, tomara que além de vender seus livros seja mais um admirador de bela imagens e menos um nas ruas.
Parabéns pela sua trajetória e que bom que queira dividi-la através desse blog.
Sou apaixonada por fotografia. Embora não trabalhe diretamente como fotógrafa, vivo e respiro essa arte que mais parece um vício.
O Augusto vive isso, me vê com a câmera o tempo todo, já tem sua própria câmera e faz enquadramento melhor do que alguns adultos que conheço rsrs (que ele seja também menos um nas ruas)
Vou deixar aqui o endereço do meu blog ... e se puder passe por lá ... adoro receber críticas e sugestões quanto ao meu trabalho e isso vindo de um bom profissional é ainda mais produtivo.
Grande abraço e mais uma vez parabéns pela iniciativa com o Daniel.
ah.. adorei a poesia que sua filha fez pra vc

Simone Thiesen disse...

simonethiesen.blogspot.com